TOCHAN ex-goleiro da base do Cruzeiro

 

 

 

tochan1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Antonio Alexandre Bahia Freire, o Tochan nasceu no dia 16 de junho de 1963 na cidade de Belo Horizonte no Estado de Minas Gerais.

 

 

 

Começou sua carreira de goleiro jogando no mirim do Cruzeiro.

tochan4

 

 

 

Sua estréia foi num jogo contra o Barroca, no campo do adversário. Vencemos por 3x2.

Como o jogo aconteceu logo em seguida do seu primeiro treino, nem camisa de uniforme de meu tamanho o Cruzeiro tinha para eu vestir, ai ele foi com uma que era dle mesmo. 

 

 

 

 

No seu time jogavam jogadores que foram para o profissional, como Edu Lima e Douglas.

Abaixo, Douglas, Eduardo e Edu Lima.

tochan5

 

 

 

 

 

 

 

Títulos

Bi campeão metropolitano,

Bi campeão estadual.

Bi campeão futsal do PIC.

Campeão pelo Colegio Santo Agostinho – torneio de escolas.

Medalhas e troféus

Medalha de goleiro menos vazado – 3 gols.

Lembra-se quando jogou no Mineirao pela primeira vez, antes do jogo Cruzeiro e Vasco. Pegou tudo e a própria torcida que estava la bateu palmas – goleiro de camisa vermelha agachado a esquerda.

tochan3

 

 

 

 

 

Aqui o Time do Cruzeiro do profissional.

tochan6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vejam abaixo a Entrevista Exclusiva de Tochan para o site historiadordofutebol em 2018:

 

tochan2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1-Nome completo e apelido=

ANTONIO ALEXANDRE BAHIA FREIRE – Apelido - Tochan

2-Data e local de nascimento=

Belo Horizonte, 16 de junho de 1963

3-Posição=

Goleiro – titular – primeiro da esquerda em pé depois do técnico

4-Onde e quando começou sua carreira=

No mirim do Cruzeiro, Barro Preto. Na época, a “peneira” era aos sábados pela manha, começando bem cedo e os times eram separados e ficavam esperando a vez do teste nas arquibancadas do campo.

Seu Lincoln era o olheiro, ficava a beira do campo e dava somente 5 minutos para o teste de cada jogo. Tinha olhos de lince! Na minha vez, tive a oportunidade de mostrar meu futebol com três defesas difíceis e quando terminou o teste, seu Lincoln me chamou a beira do campo e me perguntou se eu poderia estar de volta as 13 horas para o treino com o elenco. Eu obviamente respondi que sim e assim começou tudo.

5-E como foi sua estréia=

Foi num jogo contra o Barroca, no campo do adversário. Vencemos por 3x2. Como o jogo aconteceu logo em seguida do meu primeiro treino, nem camisa de uniforme de meu tamanho o Cruzeiro tinha para eu vestir, ai fui com uma que era minha. Era outra época, sem o dinheiro e a glamorização que existe hoje. Tenis não tinha todos os tamanhos disponíveis, mesmo quando havia a numeração correta, quem chegasse primeiro pegava! Alguns traziam de casa.

Meião, calção e camisa eram de pano mesmo. Era lavado e usava-se ate perder a cor. Não é como hoje que ao fina da partida, troca-se com o adversário. Não havia patrocínio nas camisas.

6-Adversários que gostava de jogar=

Galo e Uberlandia. Nunca perdi para o Galo. Uberlandia era forte e gostavam de dizer que era o melhor time do interior de MG.

7-Títulos=Bi campeão metropolitano, Bi campeão estadual. Bi campeão futsal do PIC. Campeão pelo Colegio Santo Agostinho – torneio de escolas.

8-Medalhas e troféus=Medalha de goleiro menos vazado – 3 gols.

9-Jogos inesquecíveis=

Cruzeiro 4 x Galo 0. Foi a primeira vez que fiquei preocupado com a segurança. A torcida estava furiosa com nossa atuação e eu peguei um pênalti e três bolas cara a cara com o atacante.

O técnico do Galo era o técnico da seleção mineira e ia me convocar para a seleção. Foi no ano que me mudei para os EUA e assim ficou para tras a oportunidade.

10-Jogo que poderia ser esquecido=

Ganhamos de 8 x 1. Tomei um frango do meio de campo, estava completamente desconcentrado no jogo.

11-Ídolos=

Reinaldo e Mazurkiewicz do Galo . Uma vez minha tia me deu de presente um uniforme completo de goleiro – todo preto e branco....rsrsrsrs No dia que cheguei com este uniforme no Cruzeiro seu Lincoln me chamou no canto e disse: “Bonito o uniforme mas não o traga mais...”

12-Você fez muitos amigos no futebol=

Não fiz pois me mudei para o exterior para estudar e perdi contato com todos.

13-Tem contato com estes amigos=

Recentemente consegui contato com Edu Lima. Estou agora em busca de contato com o Douglas. Todos remanescentes do time campeão que participei.

14-Técnicos que trabalharam contigo=

Seu Lincoln.

15-Alguma história engraçada=

No jogo contra o Barroca: Ao final da partida, alguns torcedores vieram me parabenizar pelo jogo e eu menino e empolgado falei: Eu sou atleticano..... Não preciso dizer que a noticia não foi bem vinda...

16-Defesas importantes em penalidades=

Defendi algumas, mas contra o Galo nos 4 x 0 foi demais. A torcida em cima, vaiando, gritando, quase que invadindo o campo, todos muito próximos de mim. Escolhium canto e pulei com toda a força. Na época, não tinha treinador de goleiro nem estatísticas de batedores. O silencio da torcida foi fenomenal e os jogadores do Galo me olharam quase como que quisessem me matar...

17-defesas importantes em jogos+

Lembro-me quando joguei no Mineirao pela primeira vez, antes do jogo Cruzeiro e Vasco. Peguei tudo e a própria torcida que estava la bateu palmas – goleiro de camisa vermelha agachado a esquerda.

18-Sequência de times que jogou=

Cruzeiro

19-Frase=” ALEXANDRE, você faz parte da história do futebol, e eu seu amigo Marcelo Dieguez, O Historiador não vou deixar sua história ser esquecida”.

20-Mensagem=

Sou da época que jogar futebol era arte e paixão. Arte de driblar, corria-se pouco, trabalhava-se a cabeça e não as pernas, paixão pelo esporte e pelo clube, mesmo não sendo o seu de coração como era meu caso. Sou um privilegiado de ter jogado com jogadores que mais tarde se tornaram profissionais e vestiram a amarelinha. Sou grato ao seu Lincoln, ao Cruzeiro e aos colegas das categoria de base.

tochan3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: Murilo Dieguez


Fonte de Pesquisa:

Entrevista Exclusiva de Tochan para o site historiadordofutebol;

acervo do jogador Tochan

 

 

 

 

 

 

tochan1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Tochan, você faz parte da história do futebol, e eu seu amigo Marcelo Dieguez, O Historiador não vou deixar sua história ser esquecida".

Um abraço de seu amigo Marcelo Dieguez.