Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

GILMAR, ex-meio-campo do Pato Branco-PR, 14 de Julho de Passo Fundo-RS, União de Francisco Beltrão-PR, A.A. Iguaçu de União da Vitória-PR e Goioerê-PR.

 

 

 

 

Gilmar dos Santos, o Gilmar nasceu no dia 04/03/1960 em Tapejara no Rio Grande do Sul.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.historiadordofutebol.com.br


Começou a carreira no 14 de Julho de Passo Fundo em 1978.


Em 1979 foi jogar no União de Francisco Beltrão onde jogou até o final de 1980.


Em 1981 foi jogar no Pato Branco onde ficou até 1986.

 

 

Foto= www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Foto= www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.historiadordofutebol.com.br


Depois foi jogar na Associação Atlética Iguaçu de União da Vitória até 1989.


Encerrou a carreira no Goioerê em 1998.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gilmar jogou como tornozelo torcido e mesmo assim fez o gol da vitória do jogo e após o jogo foi entrevistado pela Televisão local.

Foto= www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

Abaixo os Campeões de 1981 do Pato Branco Esporte Clube

 

Foto= www.historiadordofutebol.com.br

 

 

Abaixo os Campeões de 1986 do Pato Branco Esporte Clube

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

Títulos

 

Campeão Paranaense da Segunda Divisão pelo Pato Branco em 1981;
Campeão Paranaense da Segunda Divisão pelo Pato Branco em 1986.

 

 

 

 

 

Gilmar concedeu entrevista para Marcelo Dieguez em 2010 na cidade de Pato Branco

 

 

 

 

 

Aqui Gilmar e Marcelo Dieguez após a entrevista em 2010 em Pato Branco.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

 

 

Publicado por: Murilo Dieguez

 banner5

Fonte de Pesquisa:

acervo www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Gilmar, você faz parte da história do futebol, e eu Marcelo Dieguez, O Historiador não vou deixar sua história ser esquecida".

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

GUTO, ex-meia esquerda do juvenil do Vasco, Clube Atlético Paranaense e Seleção Carioca Juvenil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Luiz Augusto Pereira, nasceu no dia 26 de janeiro de 1969 em Cornélio Procópio no Estado do Paraná.

 

 

 

 

Aqui Guto em 1983 com a camisa do Vasco da Gama no Estádio de São Januário.

Foto= arquivo pessoal de Guto.

 

Começou sua carreira no futebol em Cascavel em 1982 nas categorias de base do Cascavel Esporte Clube.

Em sua estréia começou com vitória, foi Campeão da região Metropolitana de Cascavel, e seu técnico era o Elói Kruger, que o levou ao Vasco da Gama em 1983.

 

VASCO DA GAMA

 

Guto no Vasco da Gama em 1983.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 A garotada do Vasco tomando um café da manhã.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Time do Vasco em São Januário.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No Vasco ele prosseguiu sua carreira conquistando títulos do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro na categoria infantil, ganharam os 3 turnos daquele ano, foi Campeão da Taça Sudeste, e no final de 1983 foi convocado para a Seleção Carioca juvenil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sua estréia no Vasco foi em São Januário contra o Botafogo, e com vitória com um gol de Edmilson, o ponta esquerda do time, um gol de cobertura.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Campeão da Taça Sudeste


Gols importantes, fez o gol da vitória na Taça Sudeste em Minas Gerais contra a Portuguesa de Desportos, o gol do título.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Aqui Guto com a Taça de Campeão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Disputou duas Copas São Paulo de Juniores, sendo que em uma delas fez um gol de falta no Palmeiras e o goleiro era o Veloso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Seleção Carioca Juvenil

 

 

No final de 1983 foi convocado para a Seleção Carioca juvenil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em 1984 já na categoria juvenil ganhou outro campeonato carioca pelo Vasco, sendo que no terceiro turno fez o último gol do jogo contra o Bangu em um 3 x 1, um gol de primeira na entrada da área, quando seu companheiro Marco Aurélio cruzou a bola e ele não perdoou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Também fez gol no Flamengo na Gávea, treinava muito cobranças de escanteio, e durante o jogo após 3 tentativas no primeiro pau, na quarta tentativa fez um gol olímpico.

Aqui no jogo contra o Flamengo na Gávea, onde reconhecemos em pé= J.N.I., J.N.I., J.N.I., J.N.I., J.N.I., J.N.I.;

Agachados= J.N.I., J.N.I., Bismarck, Ayupe e Guto.

Neste jogo o Guto fez um gol olímpico.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= arquivo pessoal de Guto

 

 Abaixo Bismarck, Ayupe e Guto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ganharam do Flamengo na Gávea de 2 x 0, sendo que o outro gol do Vasco, quem fez foi o Bismarck.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui Guto com a bola em um jogo contra o Flamengo na Gávea, e o zagueiro do Flamengo nos parece ser o Rogério, e ao fundo do Vasco é o Bismarck.

Foto= arquivo pessoal de Guto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Jogou com Bismarck, Ayupe, Wilian, França e também o Leonardo,  foi TetraCampeão com a Seleção Brasileira em 1994.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esse time Juvenil de garotos do Vasco, foi uma ótima safra, onde foram campeões juntos e através de suas fotos na ficha poderão comprovar que turma boa que o Guto fez além de tudo uma grande amizade no futebol.


Na Seleção Carioca além destes companheiros do Vasco, jogou com Melado (lateral do Flamengo), Palmieri, goleiro e muitos outros.

Nas categorias acima dele jogavam no Vasco o Mazinho, o Romário, o Lira, Geovani, etc.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em 1985 recebeu uma proposta do Flamengo, através do Isaías Tinoco para ir junto com o Leonardo, mas o Vasco não liberou nenhum dos dois na época, sendo que o Leonardo foi jogar em Niterói para depois jogar no Flamengo.

 

Aqui aparecem Guto e Leonardo que já foi técnico do Milan e brilhou em muitos times, entre eles o Flamengo, São Paulo, Paris Saint Germain, Milan e Seleção Brasileira quando foi Tetra-Campeão Mundial em 1994.

E o garoto é o sobrinho do Nilson, técnico na época do Vasco.

Foto= arquivo pessoal de Guto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ATLÉTICO PARANAENSE

 

E o Guto recebeu uma proposta do Clube Atlético Paranaense em 1986, onde foi muito bem recebido e continuou sua carreira, mas sempre continuando seus estudos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Time Juvenil do Atlético Paranaense em 1986

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Time Juvenil do Atlético Paranaense em 1986

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo Guto e Mazinho

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo Guto e Geovani

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Seus ídolos no futebol eram Sócrates e o Mário Sérgio, pois em 1983 quando o Guto morava em São Januário, a Seleção Brasileira estava treinando lá na época e ele pode ver jogar aquela geração remanescente da Copa de 1982.

 Abaixo Serginho Chulapa e Guto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Trabalhou com os técnicos Elói Kruger no Cascavel, Nilson Gonçalves no Vasco, Valinhos na Seleção Carioca.

 

Aqui Guto em seu último Clube, o Holy Rock do Japão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em 1993, já formado e casado recebeu um convite através de um amigo de ir jogar no Japão no Holy Rock, time da segunda divisão, onde jogou 6 meses, pois o salário na época não dava para se manter, e teve que trabalhar em outra área para prosseguir sua vida.

 

Abaixo Guto com medalha no peito,  na época que jogava no Vasco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Abaixo Guto com suas medalhas, conquistadas em sua carreira no futebol.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Hoje o Guto e reside em Cornélio Procópio, é Agrônomo e exerce sua profissão trabalhando em uma Grande Empresa da Região na Área Agrícola e sempre que pode ainda joga futebol com os amigos, e deixa o recado para seus amigos do passado e de hoje para não perderem o contato, pois a amizade é o que deixa a boa recordação da vida futebolística.

Aqui Guto com a filha e sua esposa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Guto recebeu o amigo Marcelo Dieguez para uma entrevista exclusiva e histórica, onde contou a história de sua carreira no futebol.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto=arquivo www.historiadordofutebol.com.br

 

Guto em entrevista exclusiva e histórica, onde contou a história de sua carreira no futebol.

Primeira parte:

Parte 2:

 

 

 Jogo das Estrelas em Bandeirantes no dia 26/12/2010

 

Abaixo o time de Guto no IV Jogo das Estrelas de Bandeirantes!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo a dupla de ataque: Guto e Nilmar!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo a dupla de ataque: Guto e Nilmar!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo a dupla de ataque: Guto e Nilmar!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui o goleiro Diego, Marcelo Dieguez e Guto!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

Vejam também o vídeo que fizemos do IV Jogo das Estrelas de Bandeirantes, realizado no dia 26/12/2010, onde fomos convocados para ajudar chamando amigos jogadores, e conseguimos levar 5 jogadores: Guto, Alex do Spartak de Moscou, Diego ex-goleiro do Fluminense, Douglas zagueiro que joga na Espanha e Jean que joga no Palmeiras.

Uma verdadeira festa, que nosso amigo Guto participou e fez dupla de ataque com Nilmar!!!

 

 

E vejam toda a matéria do jogo com muitas fotos.

 

Abaixo, Guto, Marcelo Dieguez e Nilmar antes do Jogo das Estrelas em Bandeirantes no dia 26/12/2010.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto=www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: Murilo Dieguez

 banner5

Fonte de Pesquisa:

Acervo de fotos do jogador Guto,

Entrevista exclusiva para o site www.historiadordofutebol.com.br,

acervo www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Guto, você faz parte da história do futebol e eu seu amigo Marcelo Dieguez não vou deixar sua história ser esquecida".

 

 

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

GAUCHINHO “O MAIOR ARTILHEIRO DO LONDRINA”,ex- Londrina-PR, Nacional de Rolândia-PR, GERA de Apucarana-PR, Seleção Paranaense e Olaria-RJ

 

.

 

 

Antero Bombassaro, o Gauchinho nasceu em Capinzal em Santa Catarina, no dia 01/05/1937.

 

À esquerda Gauchinho no Londrina.

 

 

 

 

Ele ainda garoto morou em Porto Alegre, onde começou sua carreira no futebol com 13 anos, no Infantil do Internacional no Campo que fica no Bairro do Passo da Areia com o técnico Vicente Rao.

 

 

 

Aqui Gauchinho no GERA de Apucarana em 1954.

 

 

 

Gauchinho no GERA de Apucarana com 15 anos, onde já jogava no profissional.

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui Gauchinho no Londrina.

 

 

À direita ele em 2009 na cidade de Londrina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Em 1953 mudou-se com a família para Apucarana no Paraná, onde começou a jogar no GERA e em 1954 já disputava como profissional, e após uma excursão que o Olaria do Rio havia feito na região, convidou ele para jogar no Rio, e em 1955 fez uma série de excursões com o time principal do Olaria pelo Norte e Nordeste.

 

Aqui no time do GERA, ele está agachado e é o segundo da esquerda para a direita com a bola na ponta dos dedos em 1954.

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui vemos novamente Gauchinho no GERA com 15 anos de idade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Chegando no Rio teve que disputar o Campeonato Carioca juvenil pela pouca idade, no ano seguinte voltou para o GERA, e em 1958 assinou contrato com o Nacional de Rolândia, por onde ficou até 1961.

Gauchinho no Olaria do Rio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Outra foto de Gauchinho no Olaria

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui Gauchinho no Nacional de Rolândia em 1959

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo outra foto da Seleção Paranaense de 1959 do acervo do jogador Gauchinho, onde vemos também o Araraquara agachado sendo o primeiro da esquerda para a direita.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui Gauchinho na Seleção Paranaense de 1959

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Este era o ataque da Seleção Paranaense de 1959

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gauchinho fazendo gol pela Seleção Paranaense.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui no Nacional de Rolândia em 1961

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esta foi a Seleção Paranaense de 1962, agora Gauchinho já estava no Londrina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esta é uma figurinha do álbum cracks do Paraná de 1959 quando Gauchinho jogava no Nacional de Rolândia.

 

 

 

 

 

 

Já em 1962 começaria sua gloriosa história no Londrina F.R. e mais tarde Londrina E.C.

Em 1967 foi emprestado para a Prudentina para disputar o Campeonato Paulista, tendo retornado ao Londrina em 1968 e ficado até o final de sua carreira em 1975.

 

 

Aqui Gauchinho na Prudentina em 1967

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gauchinho com a tampa do baú de memórias de sua carreira no futebol.

Este foi um presente de sua filha Ana Karina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na carreira de Gauchinho também teve outro momento importante quando foi convidado pelo técnico Nestor do Grêmio de Maringá em 1969 para jogar contra o Nacional de Amazonas a preliminar no Maracanã antes do jogo da Seleção Brasileira que iria para a copa do Mundo no ano seguinte.

 

Gauchinho no Maracanã quando defendeu o Grêmio de Maringá na preliminar do jogo da Seleção Brasileira. 2 fotos, estas e a outra abaixo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gauchinho em 2009

 

 

Gauchinho também participou da Seleção Paranaense em 1959, quando estava no Nacional, e em 1962 já no Londrina, para disputar o Campeonato entre Seleções dos Estados do Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 


Sua estréia no Londrina foi sensacional, em um amistoso onde o adversário foi o Guaratinguetá em 1962 e marcou 2 gols.

Conta que o adversário que mais gostava de jogar na região era a equipe do Cambé, fez 5 gols em uma única partida no GERA de Apucarana, e o adversário que mais fez gols na carreira foi o Jandaia.

Jogo inesquecível contra o Corinthians e Cruzeiro no VGD, e também Palmeiras inaugurando campo em Apucarana, e um jogo especial foi a final do Campeonato Paranaense de 1962 contra o Coritiba, no campo do adversário terminando o jogo em 4 X 2 para o Londrina e fez 1 gol na final.

 

Aqui após a conquista do título de 1962 pelo Londrina em pleno Estádio do Coritiba, e Gauchinho fez 1 dos gols.


 

 

Luis Santos, Gauchinho, Juvenal e Paulo Vecchio após o Título

 

 

 

 

 

 

 Gauchinho e Juvenal com as faixas de Campeões do Norte do Paraná em 1962 antes de jogar contra o Coritiba.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui em uma foto pela Seleção Paranaense e ao lado em um dos jogos da final do Paranaense de 1962

 

Aqui uma das formações do Londrina

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Seleção do Norte do Paraná de 1959

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Um jogo para ser esquecido foi uma derrota para o Ferroviário de Curitiba por 5 X 0, pois haviam feito o mesmo placar a favor do Londrina contra eles anteriormente, e eles prometeram vingar com o mesmo placar no futuro.


Gauchinho em sua história no Londrina colecionou gols, se tornando o maior artilheiro do Clube com 303 gols anotados, sendo eleito melhor jogador em várias partidas, em todos os clubes que passou deve ter feito no total mais de 500 gols.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não é à toa que Gauchinho é o maior artilheiro do Londrina até hoje, afinal foram anotados 303 gols somente pelo Londrina.

Aqui Marcelo Dieguez e Gauchinho quando o grande ídolo do Londrina recebeu o amigo Marcelo para uma entrevista exclusiva e histórica, onde contou a sua linda história no futebol.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lembra de companheiros do Londrina, como: Zuza, Pinheiro, Zeferino, Leocádio, Adamastor, Zequinha, etc. E quando perguntado sobre quem eram os craques do time ele responde Zeferino, Pinheiro, Zequinha e Gauchinho.

Aqui Gauchinho e sua esposa em Londrina quando o amigo Marcelo Dieguez foi visitá-los.

 

 

 

 

 

 

 

 


Tem contato com amigos do futebol até hoje, e até hoje é um grande ídolo na cidade de Londrina, recebeu homenagens justas pela diretoria do Clube, e relembra que era muito bom jogar no VGD, pois era o reduto do Londrina.

Aqui Gauchinho e Kruger, encontro de 2 ídolos de Londrina e Coritiba.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

À direita Gauchinho e De Sordi que jogava no União Bandeirante.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui Belini do São Paulo e Gauchinho.

 

 

 

 

 

 

 

 


Trabalhou com técnicos, como: Jorge Scaff, Nestor (ex-jogador do Palmeiras), Gainet, Floreal Garo e Vicente Rao nos infantis do Inter.

Aqui na Chácara do amigo Tatinha, vemos Val Dimelo, ?, Zeferino, Tatinha, Gauchinho e o irmão de Val.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Seu ídolo no futebol é o Rivelino, e tem como títulos no futebol 1 Campeonato do Norte Paranaense de 1962, e 1 Campeonato Estadual Paranaense de 1962.

Abaixo Gauchinho no Londrina na figurinha do Álbum Craques do Futebol Paranaense de 1969, ele autografou para nosso amigo e Historiador Luiz Fernando Evaristo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo Gauchinho com o Historiador Luiz Fernando Evaristo de Curitiba no dia 21/04/2012

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo Gauchinho com o Historiador Flávio Frim de Londrina no dia 21/04/2012, Flávio Frim tem o blog:

http://bloglondrinense.blogspot.com.br/ dedicado ao Londrina Esporte Clube

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Golaço de Gauchinho  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: Murilo Dieguez

 banner5

Fonte de Pesquisa:

Entrevista exclusiva de Gauchinho em 2009 para o site historiadordofutebol;

Fotos do jogador Gauchinho

acervo www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

Marcelo Dieguez e Gauchinho em 2009 em Londrina

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Gauchinho, você faz parte da história do futebol, principalmente do Londrina, e eu seu amigo Marcelo Dieguez ,O Historiador, não vou deixar sua história ser esquecida”.