Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

DIRCEU PATO, ex-lateral direito do Guarapuava E.C.-PR, Dracena E.C.-SP, Independente de Limeira-SP, Iguaçú-PR, E.C. Pinheiros-PR, Blumenau-SC, Batel-PR, Hercílio Luz-SC, Concórdia-SC e Apucarana-PR.

Dirceu Antonio Dalmaz, o Dirceu Pato nasceu no dia 21 de novembro de 1961 na cidade de Xanxerê no Estado de Santa Catarina.

Iniciou sua carreira como atleta profissional de futebol em 1978 em Guarapuava cidade onde reside, com apenas 17 anos e já teve o gosto de ser Campeão pela agremiação Guarapuava E.C. da divisão de acesso de 1978, particiou na primeira divisão em 79/80 do Estado.

foto do GUARAPUAVA E.C.(80)
em PÉ- Alvaro, Zequinha, Dirceu pato, Chapecó, Paulo Garça e Alcir.
Agachados- Paulo Borges, Jorge Costa, Jutti, Zé Miguel e Joãzinho

Em 81 ele se transferiu para a cidade de Dracena interior de São Paulo para a disputa da divisão de acesso, ficou duas temporadas em Dracena.


foto do DRACENA E.C. (81)
Em pé- Afonso(massagista)- Pereira Preto(Diretor), Pereira, Odair , Dirceu Pato, Solera, Souzinha e King
Agachados- Odairzinho, Dozinho, Aurelio, Golê e Toninho Araújo.

Em Dracena recebeu proposta do Independente de Limeira onde também disputou duas temporadas na divisão de acesso.


foto do Independente de Limeira de 1984
Em Pé- Bidon(técnico), Ari, Dirceu Pato, Fidelis, Vladimir, Claudinho e Silvinho.
Agachados- Roberto cruz, Zé Davi, Julio Cesar, Antonione, Helinho e Pelé(massagista)

Quando aconteceu o interesse do Iguaçu de União da Vitória em 84 ele resolveu voltar para o Paraná, fez boa campanha onde foi vice-artilheiro da equipe  e como seu treinador era Hamilton Nofke  que tinha influência no atual Campeão Paranaense da época o E.C. Pinheiros, indicou Dirceu, e aí ele foi bem recebido pelo saudoso Presidente Erton Coelho Queiroz e assinou contrato onde disputou 5 temporadas, ganhando o Troféu Corujinha de Ouro como melhor lateral do Paraná em 86, , oferecido pela Tribuna e Estado do Paraná, Jornais de grande circulação no Estado.


foto da ENTREGA DA CORUJINHA EM 86
MARINHO, CARLINHOS NEVES, SERGINHO E DIRCEU PATO

Sempre gostou de treinar e devido ao grande esforço nos treinamentos teve problemas do púbis, que o afastou quase 6 meses do gramado, esta foi a pior coisa que lhe aconteceu.

Mesmo assim conseguiu ser Campeão pelo alvi celeste em 87 do paranaense da primeira divisão.

foto -Pinheiros 1987
em pé- Anibal (massagista)- Roberson, Toinho, Pinella, Dirceu Pato, Dionisio, Newmar.
Agachados- Sergio Luis, Marinho, Diogenes, Serginho e Marquinhos

Escalação da Equipe: DE PÉ- ESQUERDA PARA DIREITA- 1 FILA/ MARCOS TEDESKI, ÉDSON FERRERIA, EDEMIR EFFCO, OCIMAR BOLICENHA, LUIS CARLOS NEVES, HÉLIO ALVES SIQUEIRA.

2 FILA/- OTÁVIO LANGOWSKI, JORGE LUIS, RUBENS, TOINHO, AIRTON, JOÃO CARLOS, RICARDO, PARDAL, NEWMAR, ZILMAR DE MELLO.

SENTADOS- ANIBAL TIBURCIO, ANDRÉ, DIÓGENES, FERNANDO, HERALDO, ROBERSON, SÉRGIO LUIS, TADEU, MARQUINHOS E DIONÍSIO.

EMBAIXO- EDUARDO, MAURO MADUREIRA,  DIRCEU PATO, SOUZA, NENA, MARINHO E SERGINHO.

Abaixo Foto de Lance de Atlético x Pinheiros 88 (decisão)

Dirceu Pato cabeceia a bola na final de 1988 contra o Atlético Paranaense.

Em 89 foi vendido para o Blumenau E.C. juntamente com o zagueiro Gassem, mas voltou emprestado ao próprioPinheiros três meses depois, onde fez parte das ultimas formações do extinto clube, que hoje é o Paraná Clube.


foto - Pinheiros 1989- 
Em pé: Carlos,Suca, Gilberto, Dirceu Pato, Regis, Tito e Índio Paraná
agachados- Edílson, Índio , Henágio, Assis.

Voltou a sua cidade em novo clube do Estado A.A. Batel que estava debutando no profissionalismo, encerrou a carreira aos 38 como atleta e jogador, fazendo as duas funções conseguiu elevar esta agremiação novamente à primeira divisão no ano de 98, foram vinte anos de carreira, disputou 17 campeonatos paranaenses, fui duas vezes campeão.

FOTO 6- BATEL 94
EM Pé - Ratinho, Dirceu Pato, Alex lopes, Mazzaropi, Ivolmar, Batista, Lamonica, Alfredo Gelinski(Diretor), Dalzotto(Diretor), Állvaro(técnico)
Agachados- Rodrigo(filho), Ferrugem, Valdeck, Silva, Neto, Esquerdinha, João (massagista)

Em 99 assumiu como treinador efetivo no paranaense , se desligoui do profissionalismo e se dedicou ao amadorismo como técnico e jogador, mesmo com 46 anos de idade foi Campeão em 2004 da Taça Paraná de futebol amador do estado pelo Madeirit de Guarapuava.

Voltou ao profissionalismo em 2009 quando montou novamente a equipe do Batel para a disputa da terceira divisão, mesmo sem recursos financeiros, convidou amigos do futebol da cidade e garotos que queriam uma chance no futebol e disputaram o paranaense.

Hoje abandonou completamente o futebol, cuida de seu Comércio (Lanchonete) junto com a esposa com quem está casado a 28 anos , futebol só vendo os filhos atuarem Rodrigo joga no gol no Pato Futsal e Rafaela joga futebol na Suíça no Zuchwil 05 já vestiu a camisa da Seleção Brasileira sub- 17 e 20 de futebol.


Abaixo foto - Pinheiros 1988
Em pé- Newmar, Dirceu Pato, Roberson, André, Dionisio, Toinho
agachados- Serginho, Ademir Lobo, Dadinho, Marinho e Marquinhos.

Trajetória de sua carreira:

-Guarapuava  E.C.
-Dracena E.C. (São Paulo)
-Independente de Limeira(São Paulo)
_Iguaçú
- E.C. Pinheiros
-Blumenau
-Batel
-Hercilio Luz
-Concórdia

 

 

 

 

 

confiram abaixo a entrevista exclusiva que ele nos concedeu:

DIRCEU PATO

1-Nome completo=DIRCEU ANTONIO DALMAZ


2-Data e local de nascimento=21/11/61 XANXERÊ- SANTA CATARINA


3-Posição=LATERAL DIREITO


4-Onde e quando começou sua carreira=EM 78 no GUARAPUAVA E.C.


5-E como foi sua estréia= Contra Tabu de Clevelandia em 78, nervoso


 6-Adversários que gostava de jogar= Atlético e Coritiba


7-Títulos=campeão segunda divisão em 78 pelo Guarapuava E.C., em 87 campeão primeira divisão pelo E.C. Pinheiros, em 2004 campeão Taca Paraná de Amadores pelo Madeirit de Guarapuava com 46 anos


8- Medalhas e troféus=Troféu Corujinha de ouro em 86(melhor lateral direito do Paraná)


9-Jogos inesquecíveis= Todas as decisões que participei


10-Jogo que poderia ser esquecido=Aquelas decisões que perdi.


11-Ídolos=Até hoje Zico


12-Você fez muitos amigos no futebol=vários


13-Tem contato com estes amigos=até hoje procuro manter contatos com aqueles mais próximos.


14-Técnicos que trabalharam contigo=Borba Filho,Otacílio Gonçalves, Claudio Duarte, Geninho, Vail Mota, Geraldino, Paquito, Agenor Picinin e Paulo Comelli


15-Alguma história engraçada=Quando tiramos o preparador físico do Batel num saco de bola pra não apanhar dos torcedores em Clevelândia.


16-Gols= vários


17-Gol mais importante=Gol de empate aos 45 do segundo tempo contra Caramuru de Castro , na Semifinal da segunda divisão que elevou o Batel  a primeira divisão


18-Gol mais bonito= gol contra o Goioerê pela primeira divisão parananense de pé esquerdo do meio de campo na vitória de 1 x 0 contra esta equipe defendendo as cores do Batel.


19-Frase=
DIRCEU PATO, você faz parte da história do futebol, e eu seu amigo Marcelo Dieguez, O Historiador não vou deixar sua história ser esquecida”.


20-Mensagem= o futebol foi tudo na minha vida. O que tenho hoje

 

 

 

 

Aqui Dirceu Pato com a camisa do Pinheiros

 

 

 

 

 

 

Dirceu Pato e Marcelo Dieguez em outubro de 2013, onde Pato concedeu entrevista exclusiva para nosso arquivo.

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: Murilo Dieguez


Fonte de Pesquisa:

arquivos www.historiadordofutebol.com.br

Entrevista exclusiva que Dirceu concedeu para Marcelo Dieguez onde contou toda sua história desde os 17 anos quando iniciou sua linda carreira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo Dirceu Pato e Marcelo Dieguez com a camisa de Cleo em outubro de 2013.

Dirceu Pato que nos levou até a casa de Cleo para buscarmos o presente, ele que é grande amigo de Cleo.

 

 

 

 

 

 

Abaixo Dirceu Pato e Marcelo Dieguez em outubro de 2013, onde Pato concedeu entrevista exclusiva para nosso arquivo.

Valeu amigo !!!

 

 

 

 

 

 

Abaixo Dirceu Pato e Marcelo Dieguez em novembro de 2013, onde Pato presenteou o amigo e Historiador com uma camisa do Iguaçu para nosso acervo.

Valeu amigo !!!

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo Dirceu Pato e Marcelo Dieguez em novembro de 2013, onde Pato presenteou o amigo e Historiador com uma camisa do Batel do ano de 1998, quando jogou profissionalmente pela última vez.

Valeu amigo !!!

 

 

 

 

 

 

Abaixo Dirceu Pato e Marcelo Dieguez em novembro de 2013, onde Pato presenteou o amigo e Historiador com uma camisa do Batel do ano de 1998, quando jogou profissionalmente pela última vez.

Valeu amigo !!!

 

 

 

 

 

 

 

"Dirceu Pato, você faz parte da história do futebol, e eu seu amigo Marcelo Dieguez, O Historiador não vou deixar sua história ser esquecida".

 

 

Um abraço de seu amigo Marcelo Dieguez.