Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

CAIO, ex-atacante do São Paulo F.C., Flamengo-RJ, Internacionale-Itália, Napoli-Itália, Santos F.C.-SP, Botafogo-RJ, Fluminense F.C-RJ, Grêmio-RS, Rot-Weiss Oberhausen e Seleção Brasileira.

Caio Ribeiro Decoussau, o Caio ou Caio Ribeiro, nasceu no dia 16 de agosto de 1975, na cidade de São Paulo-SP.

Caio com a camisa da Seleção Brasileira.

Foto=www.historiadordofutebol.com.br

 

 

 

 

O habilidoso atacante Caio ou Caio Ribeiro começou sua carreira defendendo o time do São Paulo no ano de 1994.

Naquela temporada surgiu como destaque e atuou ao lado de figuras já consagradas no futebol como: Válber, Júnior Baiano e Leonardo, conquistando uma Recopa Sul-Americana e uma Copa Conmebol.

 

 

 

Apesar da identificação de Caio com o São Paulo, os dotes do ex-jogador não permitiram que ele estendesse sua permanência no Brasil e já em meados de 1995 quando tinha ainda 20 anos de idade incompletos, Caio seguiu para a Internazionale, tradicionalíssimo clube italiano.

 

 

Sua estadia na Inter de Milão, porém, foi curta.

Já na temporada 1996 o ex-atacante seguiu para o Napoli também da Itália.

 

 

 

Jogando pelo Napoli Caio foi pela primeira vez na sua carreira convocado para a Seleção Brasileira no ano de 1996 e disputou a terceira edição da Copa Ouro organizada pela Concacaf fazendo dupla de ataque com Sávio, numa Seleção que ainda contava com Gélson Baresi, Zé Roberto, Beto, Zé Maria e Iranildo.

 

 

Caio foi Campeão do Pré-Olímpico de 1996, onde vemos abaixo a escalação da Seleção Brasileira:

Em pé: Dida, Narciso, Argel, Flávio Conceição e Zé Maria.

Agachados: Caio, Roberto Carlos, Juninho Paulista, Sávio, Beto e Amaral.

 

 

 

Em 1997 voltou ao Brasil para defender o Santos e conquistou o primeiro título de expressão nacional, o Torneio Rio-São Paulo de 1997 faturado em cima do Flamengo.

 

 

E foi por ironia do destino que, um ano depois, Caio seguiu para a Gávea para jogar no Flamengo.

 

 

Chegou ao Flamengo com o propósito de formar dupla de ataque com ninguém menos do que o Baixinho Romário.

Caio comemorando um de seus gol pelo Flamengo ao lado de Romário.

 

 

Entretanto, Caio entrou jogando, na maioria das vezes, no decorrer das partidas, sem assim, se firmar como titular do Flamengo.

 

No seu primeiro ano no Flamengo, Caio marcou apenas 3 gols em 31 partidas.

 

Na segunda temporada Caio teria mantido sua situação inalterada não tivesse ganho a fama de "jogador de segundo tempo", pois, apesar de quase sempre ser relacionado como suplente, mudava o panorama das partidas quando entrava em campo, o mesmo, porém, não acontecia quando era relacionado como titular.

 

 

 

 

Abaixo o Pôster de Campeão Estadual do ano de 1999

 

 

 

Abaixo Marcelo, Caio e Rodrigo Mendes, comemorando o gol de Rodrigo que deu o Título do Estadual de 1999 contra o rival Vsco da Gama.

 

 

 

Abaixo outra foto do Flamengo Campeão Estadual de 1999, e Caio aparece agachado, sendo o primeiro da esquerda.

 

 

 

 

Aqui aparece metade da foto do Time do Flamengo Campeão Carioca de 1999 que foram publicada em Jornais do Rio de Janeiro, e Caio novamente aparece agachado na esquerda entre Fábio Baiano e o massagista Robertinho.

 

 

 

Apesar disso, ainda naquele ano, a saída de Romário, fez com que Caio ganhasse uma vaga definitiva no setor ofensivo rubro-negro, e o jogador acabou sendo decisivo para a conquista da Copa Mercosul de 1999, marcando inclusive nos dois jogos da decisão, nada menos do que três gols.

 

 

Fez 91 jogos pelo Flamengo, marcando 17 gols.

Aqui Caio foi capa do Pôster da Revista Placar do Campeão da Copa Mercosul de 1999.

 

 

O Flamengo venceu a Copa Mercosul de 1999, em 2 jogos contra o Palmeiras, em que Caio fez 3 gols nestes 2 jogos, inclusive na final em São Paulo, sendo decisivo na conquista deste Inédito Título para o Flamengo, e ainda mais um Título Internacional.

 

 

Retornou para o Santos em 2000.

 

 

Depois jogou pelo Fluminense em 2001 e 2002.

 

 

 

Foi jogar no Grêmio em 2003.

 

 

Voltou para a Europa para jogar pelo Rot-Weiss Oberhausen da Alemanha durante a temporada européia 2003-2004.

 

 

E por último encerrou a carreira prematuramente aos 30 anos de idade defendendo o Botafogo.

 

 

 

 

Títulos

São Paulo

Supercopa Libertadores: 1993
Recopa Sul-Americana: 1994
Copa Conmebol: 1994

Flamengo

Taça Guanabara: 1999
Campeonato Carioca: 1999
Copa Mercosul: 1999

Santos

Torneio Rio-São Paulo: 1997

Seleção Brasileira

Torneio Pré-Olimpico de 1996

 

 

 

 

 

Publicado por: Murilo Dieguez

 

 

Fonte de Pesquisa:

www.flamengo.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

"Caio, você faz parte da história do futebol, e eu seu amigo Marcelo Dieguez, O Historiador não vou deixar sua história ser esquecida".

Um abraço de seu amigo Marcelo Dieguez.