Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

atleticoitapemirimcampeaocapixaba2017a

 

Foi sofrido, mas o Atlético Itapemirim, do técnico Zé Humberto, conseguiu levar o título do Campeonato Capixaba após vencer o Doze por 2 a 1 neste sábado.

Jogando no Estádio Sumaré, o Atlético conseguiu uma virada para 2 a 1 e se sagrou campeão invicto. Na partida de ida, Atlético e Doze haviam empatado por 2 a 2.

TERCEIRO ANO

Esta foi a terceira participação consecutiva do Atlético Itapemirim no Campeonato Capixaba. Nas duas anteriores, o time caiu no quadrangular semifinal. Em 2017, o técnico Zé Humberto encaixou o time e conseguiu levar o Galo da Vila a 8 vitórias e cinco empates para conquistar o título inédito e invicto do Campeonato Capixaba.

Em ritmo de final, os dois times começaram tentando encontrar espaços para abrir o marcador. Mesmo após algumas boas tentativas, o duelo foi para o intervalo empatado por 0 a 0.Esta foi a terceira participação consecutiva do Atlético Itapemirim no Campeonato Capixaba. Nas duas anteriores, o time caiu no quadrangular semifinal. Em 2017, o técnico Zé Humberto encaixou o time e conseguiu levar o Galo da Vila a 8 vitórias e cinco empates para conquistar o título inédito e invicto do Campeonato Capixaba.

PRIMEIRO GOL
O primeiro gol da final foi dos visitantes e foi um golaço do Doze. O lateral Cássio cobrou falta com perfeição e abriu o marcador em Cachoeiro de Itapemirim, ao 12 minutos.

Mas o Atlético não se apequenou e empatou o duelo aos 22 minutos. Após escanteio cobrado na área, a bola sobrou para o lateral Marcos Felipe, que dominou e mandou para o fundo das redes. A virada do Atlético veio aos 31 minutos, com gol de pênalti.

Paulinho foi na linha de fundo e cruzou para trás, mas a bola bateu na mão de Léo Breno. Na cobrança, Wendel marcou o segundo do Galo da Vila.

Itapemirim

Ranule;
Paulinho, Rhayne, Kléber e Marcos Felipe;
Araruama, Wendell, Waldir (Gaúcho) e Zizu;
Rodolfo e Welinton (Luan Macaé).
Técnico: Zé Humberto.
Doze
Robson Bahia;
Cássio, Joaquim (Mendonça), Leo Breno e Paulo Vitor;
Vitor, Deivid (Vitinho), Marcone e Balbino;
Maycon (Zé Carlos) e Chiquinho.
Técnico: Charles Lehrback.
Gols
Itapemirim: Marcos Felipe 22' 2T, Wendell 31' 2T
Doze: Cássio 12' 2T
 atleticoitapemirimcampeaocapixaba2017c
 
 
 
 

O Atlético Itapemirim foi construindo a conquista do título jogo a jogo, colecionando resultados positivos. A No primeiro turno foi o líder isolado com seis vitórias e três empates, além de 18 gols marcados e seis sofridos.Na semifinal,venceu o Tupy por 2×0 e seguindo, em casa, com empate de 1×1. Na final, venceu o Doze por 2×1, ficando com o título.

Todas as emoções da decisão do Capixabão foram levadas ao vivo aos ouvintes das emissoras de rádio SIM pela equipe de transmissão e comentários formada por Fernando Zambon, Jorge Buery e Rodrigo Ronchi.

História

O clube Atlético Itapemirim foi fundado em 5 de dezembro de 1965 em Itapemirim por torcedores mineiros que vieram trabalhar no novo Banco do Brasil que seria inaugurado no município na década de 1950, apaixonado pelo futebol e pelo Botafogo, o carioca José Olívio Soares junto com os novos funcionários mineiros do novo banco, fundaram um time de futebol no município de Itapemirim.Inicialmente o desejo de José Olívio era que o novo clube levasse em seu peito o escudo do “Glorioso Carioca”, porém no novo banco a maioria eram torcedores do Atlético Mineiro, então ficou decidido que o escudo seria idêntico ao do Atlético Mineiro, portanto sendo que as cores do time mineiro eram as mesmas do Botafogo, José Olívio acabou concordado, assim surgiu o Clube Atlético Itapemirim.

Na maior parte de sua história o Atlético Itapemirim participou de diversos campeonatos regionais, citadinos e torneios amadores, como o Sulino, o principal torneio do sul do estado no qual o Galo da Vila foi campeão três vezes em 2006, 2007 e 2010. Além do futebol masculino, o Galo da Vila também foi representado no futebol feminino, em 2004 campeão sulino de futebol feminino. Em 2011, o Atlético Itapemirim deixa de ser um time amador e se torna um time de futebol profissional filiado a Federação de Futebol do Espírito Santo (FES) e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), participando assim pela primeira vez em uma competição profissional, o Capixaba da Segunda Divisão, terminando em quinto lugar.

Em 2014 o Atlético Itapemirim retorna ao Campeonato Capixaba – Série B após dois anos de ausência.Em um dos campeonatos mais equilibrado dos último anos, o Atlético consegue assegurar a vaga inédita na Série A, desbancando times favoritos e tradicionais do Espírito Santo como o Rio Branco e o Serra. O Atlético Itapemirim ficou com o vice-campeonato, com os mesmos onze pontos no Quadrangular Final do campeão Sport Capixaba, perdendo o título nos saldos de gols. Na Copa Espírito de 2014, o clube também termina com o vice-campeonato perdendo a final para o Real Noroeste pelo placar agregado de 3 a 2.

 atleticoitapemirimcampeaocapixaba2017
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Publicado por: Murilo Dieguez

16/05/2017

 

 

 

 

 

 

Fonte de pesquisa:

www.futeboldointerior.com.br    

www.rsim.com.br

 www.postercampeao.com.br